Posts Tagged ‘live painting’

“I ballerini” – A dança silenciosa e imponente de uma parede. Obra concluída!

May 5, 2008

“I ballerini” - Obra conclu�da com sucesso!

Finalmente consegui um tempinho na agenda pra subir as fotos finais da Obra Mural. Agora tenho o acompanhamento completo de como foi realizado este trabalho que curti bastante.
É curioso ver como dimensões maiores que as de uma tela proporcionam um tipo de sensação diferente, acho até que bem próxima a de dar vidas a criaturas, só que estas aqui imponentes e silenciosas como estátuas bidimensionais.

Como em qualquer outro processo artístico tem também a parte do cansaço, devido a energia absurda posta em se concentrar no sutil, mas fatos engraçados também acontecem e são esses que fazem do evento, virarem uma história. Um exemplo: Um dia, numa madrugada de farra na casa onde está a Obra, uma das moradoras me confidencia que ao olhar muito tempo para os desenhos, os via se mexer, dançar. O comentário me deixou contente, pois era o tipo de percepção que desde o início quis que os moradores sintonizassem ao olhar a parede. (Um outro morador da casa fez um comentário similar, outro dia)

Sobre as fotos que estão aí, elas cobrem boa parte do processo criativo: meu raciocínio quanto às proporções das figuras oníricas, a tensão que quis aplicar a determinadas partes e pra concluir, o merecido descanso comtemplativo.
Acho que atingi o meu propósito conceitual para esta Obra, o que me deixa bastante feliz. Além do trabalho ter sido um tesão de fazer. Agora que concluído, já estou com vontade de pintar novamente em outras paredes. Então deixo aqui o recado, tempo aberto para novas encomendas.

“I ballerini” – Mãos à obra!

April 24, 2008

“I ballerini” - A obra começou

Desenho na cabeça pronto, sketches prontos. Agora era partir para a tela grande!
Fiz e refiz o desenho diversas vezes, assim pude chegar a precisão conceitual imaginada pra esta Obra Mural na casa dos Shijshas (Entendam Shijsha como termo central para definir a casa do Shijsha & Fê, do Geary e do Guillemots).

Busquei desde o início encontrar formas e movimentos que descrevessem precisamente minha percepção da alma da casa e das pessoas que moram lá: música, viagem, movimento, outros idiomas, festa, celebração, pessoas indo e vindo (e ficando), pessoas de fora, mais pessoas…

Selecionei algumas fotos para mostrar o processo craitivo de concepção da Obra. Mostrar os caminhos encontrados para transformar movimento em traço e celebração em formas esguias e envolventes. Tudo para que o olhar convergisse.

Prestem atenção a minha mão esquerda. Enquanto preparava estas fotos para o Piede Alato, notei que não deixei o sketch original de lado em nenhum minuto, fiquei com minha cola sempre à postos. Vinha na cabeça que não podia perder de forma alguma a delicadeza do movimento das figuras, o processo foi meticuloso, quase como se estivesse a desenhar Haikais. Minha respiração estava sendo controlada ao ponto de mantê-la suspensa para não perder a fluidez das curvas. Acho que consegui a harmonia que imaginava para esta parte da parede. Vamos ver como vai sair o resto.

Em breve fotos da Obra completa. Não percam.

Groetjies

“I ballerini” – Estudos preparatórios

April 19, 2008

I Ballerini - Estudos preparatórios

Eu já estava com saudades de pintar, não em papel, mas em paredes. Me dá muito prazer receber encomendas, principalmente quando elas são em grande formatos, ainda mais quando me “dão” uma parede da própria casa pra pintar.
Já me perguntei algumas vezes se criar obras murais para mim, não poderia ser uma saudade de infância batendo em minha porta, a resposta recorrente é: acho que não. Acredito muito mais que o traço de meus desenhos me pede para andar em espaços mais amplos e assim poderem dançar mais à vontade.

Em alguma noite quente de janeiro conversando com amigos-família, entramos no assunto de pinturas murais e em grande formatos. Eu, todo animado a contar e mostrar meus novos quadros e as hitórias por trás deles, papéis e gestos não faltam quando se está muito envolvido numa boa conversa – como toda conversar com amigos deve ser – e não sei se pelo contexto ou mesmo por inspiração, minutos depois recebo deles a encomenda de criar uma obra mural para a parede na sala principal da casa. Bacana, mais uma obra mural à vista. Desafio aceito com prazer!

Posto aqui os estudos de ambientação e conceito da obra.
E a vocês, meus amigos, minha linhas agradecem.

Saluti

Pintando na parede a interpretação da vida de um ‘irmão’

January 11, 2008

Pintura em parede na casa do Victor Sahate

Foi bem interessante fazer este projeto, uma parede branca na minha frente enquanto trocava idéias em mais um papo fantástico com meu broder sobre as coisas de nossa Vida Severina. Resolvi que quis lhe dar um presente.
Comecei estudando a área que teria para trabalhar, analisei os objetos que iriam dialogar com a pintura, como eles dialogariam entre si ao longo do tempo. O legal é que o fato da parede ser no quarto dele tornou a narrativa da pintura ainda mais conectada com o Todo. O trabalho em si fluiu. Fui como as estrelas de Goethe, sempre constante e sem pressa. Até que…..nasceu.

Essa é a interpretação que fiz da vida dele. Senti que foi mais um selo que colei em nossa amizade ao terminar a pintura. Vou ver se consigo postar fotos maiores depois.

Saluti